Série Cases – Substituição de cabos e cruzetas em rede de alta tensão de 15 kV

out 9, 2017 0 Comentários Dentro Cases
Série Cases – Substituição de cabos e cruzetas em rede de alta tensão de 15 kV
Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.

Este case trata de um atendimento de emergência que a Transformadores Jundiaí realizou em instalações de energia elétrica de um segmento de uma prefeitura da região de Jundiaí.

Ao receber a ocorrência, prontamente, uma equipe foi até o local, já que o dano havia ocorrido na rede de tensão de 15 kV, com danos nos cabos, cruzetas e acessórios.

Após interromper a passagem da energia elétrica, observando todos os procedimentos de segurança preconizados nas normas, os profissionais deram andamento ao atendimento com a substituição dos cabos de alta tensão, das cruzetas de madeira, além das abraçadeiras circulares, isoladores de pino, mãos francesas simples, cabos de alumínio e conectores a compressão.

Após o término do serviço, foram feitas as verificações e inspeções para liberação da energização do circuito novamente. Apesar de ser um trabalho que exige bastante atenção em relação à segurança dos trabalhadores, ele foi realizado de maneira relativamente rápida, devido à mobilização de equipe especializada e experiente, bem como pelo contingente profissional adequado para a condição de urgência requerida.

No entanto, nosso objetivo em abordar este case é mostrar como é o funcionamento, ainda que resumidamente, das redes de distribuição na classe de tensão 15 kV. Tais redes ficam suspensas em postes de 12 metros de altura e são formadas por condutores metálicos de cobre ou alumínio e também por isoladores, cruzetas e acessórios. Cada parte da rede de distribuição de 15 kV possui um conjunto três de cabos e para-raios de linha.

As redes de distribuição mencionadas geralmente são de 15 e 25 kV, dependendo da concessionária de energia elétrica da região. Podem ocorrer outras tensões intermediárias. Algumas concessionárias consideram redes de distribuição até 34,5 kV, devendo ser observado para este caso a aplicação correta da segurança de transmissão.

Essas redes são utilizadas dentro das cidades, condomínios, no interior de empresas e loteamentos. Existem dois tipos convencionais de redes de distribuição: as redes abertas e as redes compactas, denominadas “spacer cables”. São definidas conforme necessidade de aplicação através de estudos de engenharia.


Na Transformadores Jundiaí – Um dos nossos serviços de engenharia é a elaboração de projetos elétricos até 34,5 kV. Entre eles, estão os de redes primárias e secundárias de distribuição.

As redes primárias e secundárias de distribuição de energia estão relacionadas ao fornecimento do produto aos consumidores finais. As linhas de média tensão possuem tensões entre 2,3 kV e 34,5 kV e geralmente são vistas nas ruas e avenidas de grandes cidades. Elas são compostas por três fios condutores aéreos sustentados por cruzetas de madeira e ficam instaladas nos postes. Distribuem energia para supermercados, comércio e indústrias de médio porte, que têm a função de transformar a energia que recebem para tensões menores internamente.

Já as redes de baixa tensão variam entre 110 e 440 V. Também ficam nos postes de concreto, mas em uma altura inferior às redes de média tensão. Elas levam energia elétrica às residências e pequenos comércios e indústrias.

Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.

Responder

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.