Série cases – Substituição de rede subterrânea em ramal prioritário

mar 2, 2018 0 Comentários Dentro Cases
Série cases – Substituição de rede subterrânea em ramal prioritário
Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.

Mais um atendimento de emergência. Desta vez, em uma indústria de especialidades químicas, cujo ramal prioritário da rede subterrânea sofrera curto-circuito.

A rede da referida empresa possui trechos aéreos e outros subterrâneos. O problema havia ocorrido em um trecho subterrâneo de 15 kV.

Os curtos-circuitos são provocados por causas diversas. Apesar de os sistemas de proteção serem acionados cada vez que algo assim acontece, é inevitável que os cabos, muflas e demais componentes do circuito sejam danificados.

Ao chegar na indústria, a equipe da Transformadores Jundiaí confirmou o problema, os danos e o desligamento da energia elétrica, para que os profissionais pudessem seguir com o atendimento.

Providenciados os devidos bloqueios, impedimentos, sinalizações e aterramentos temporários, foi realizada uma inspeção visual para planejamento da ação corretiva.

O circuito era composto por cabos, tubulações metálicas de várias metragens e especificações e muflas. Para complementar o atendimento, a TJ confeccionou seis muflas terminais externas, três para cada extremidade.

Além das muflas, a TJ instalou os três cabos de 35 mm2 12/20 kV. Nos lances de 10 metros de tubulação do primeiro poste, 42 metros subterrâneos entre postes e 10 metros de tubulação do segundo poste.

Na próxima etapa, foram realizadas a fixação das muflas nos postes, medição de resistência de isolamento (Megger), inspeção visual das condições da instalação, adequações do cabo aéreo desprotegido (a pedido da empresa-cliente) e conexão do trecho isolado com as duas extremidades da linha aérea.

Após remoção dos aterramentos temporários, impedimentos, bloqueios e avisos, o sistema foi energizado pelo cliente, com resultados satisfatórios.

Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.

Responder

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.